Sísifo, segundo a mitologia grega, foi condenado a fazer rolar uma enorme pedra, sem parar, até ao cume de uma montanha. Porém, mal chegava ao fim do seu percurso, a pedra rolava para baixo, e ele iniciava os seus trabalhos novamente. Uma alternativa moderna seria obrigar Sísifo a percorrer as centenas de milhar de documentos do período medieval e moderno, na Torre do Tombo, sendo que de cada vez apenas lhe seria permitido tirar notas sobre a investigação em curso.

Assim, para ajudar os hodiernos "Sísifos", apresentamos inventários e índices de documentação quinhentista existente na Torre do Tombo e para a qual não existem ainda instrumentos de descrição detalhados.

Disponibilizamos também uma listagem de importantes fundos manuscritos existentes na Torre do Tombo, com a sua nota de publicação, para que se evite uma duplicação de esforços.

E, por fim, iniciamos a compilação de uma listagem de artigos publicados em periódicos portugueses com interesse para o investigador em História.

No futuro, outras ferramentas serão aqui disponibilizadas.